Imagem

O pálido ponto azul

Em seu livro intitulado Pálido Ponto Azul, Carl Sagan referido a imagem para descrever a insignificância do nosso mundo, em comparação com o cosmos. Ele disse: “A Terra é um palco muito pequeno em uma imensa arena cósmica. Pense nos rios de sangue derramados por todos os generais e imperadores para que, em glória e triunfo, pudessem ser os senhores momentâneos de uma fração de um ponto. Pensem nas crueldades infinitas cometidas pelos habitantes de um canto desse pixel contra os habitantes mal distinguíveis de algum outro canto, como frequente seus equívocos, como eles estão ansiosos para matar outro, como fervoroso são seus ódios. Nossas atitudes, nossa imaginada auto importância, a ilusão de que temos uma posição privilegiada no Universo, são desafiados por este ponto de luz pálida”.

A famosa fotografia conhecida como ‘Pálido Ponto Azul’ foi tirada pela Voyager 1 em 1991.

O ônibus espacial Endeavour

O ônibus espacial Endeavour é mostrado em silhueta contra um cenário deslumbrante de horizonte da Terra. A imagem foi tirada por um astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional, pouco antes de Endeavour ser atracada.

Estação Espacial Internacional

Reflexos da luz solar na Estação Espacial Internacional com o limbo azul da Terra proporcionando um cenário dramático nesta foto tirada por um astronauta no ônibus espacial Endeavour pouco antes dela ser atracada.

The Blue Marble: composição de imagens gerada pela NASA em 2001 (esquerda) e 2002 (direita).

Esta imagem “The Blue Marble” é a famosa da Terra, tirada em 7 de Dezembro de 1972, pela tripulação da Apollo 17, a uma distância de 45.000Km. O nome também é aplicado a uma série de imagem que abrangem todo o globo, em alta resolução, capturada por satélites em 2012.

A crescente Terra

A crescente Terra se eleva acima do horizonte lunar nesta fotografia tirada da nave Apollo 17 em órbita lunar durante a missão final da aterragem lunar no programa Apollo. Para abrir em alta resolução, clique aqui.

ESA ©2009 MPS for OSIRIS Team MPS/UPD/LAM/IAA/RSSD/INTA/UPM/DASP/IDA

Esta imagem da terra foi capturada pelo instrumento OSIRIS, a uma distância de 633.000Km da Terra. Três imagens com um filtro laranja, verde e azul foram combinados para criar esta. O crescente iluminado está centrado aproximadamente em torno do Polo Sul. A resolução é de 12 km / pixel (incrível, né?).

Gostou? Curta o post, avalie e deixe um comentário!!! =D
Divulgue o conhecimento nas redes sociais!

Cientistas observam células gustativas em ação ao vivo

A papilas gustativas: mostrando células receptoras (verde), as células de sangue (vermelho) e colágeno cercando a papila gustativa (azul). Foto: S. Lee, S. Yun, M. Choi.

Cientistas observar células gustativas em ação ao vivo

Há mais de 2.000 papilas gustativas na língua humana, que podem distinguir pelo menos cinco sabores: salgado, doce, azedo, amargo e umami (uma palavra usada para descrever suaves e tipicamente salgados, sensações de carne). Para saber exatamente como funciona a língua, uma equipe internacional de cientistas relatou a captura de imagens ao vivo do processo de sensação de gosto na língua. A equipe fotografou células individuais da língua de um rato com um sistema de microscópio especialmente projetado. Continuar lendo

Nota

Novos estudos datam microfósseis de 3,46 bilhões de anos

Quatro exemplos de micro fósseis como artefatos (pseudofósseis) de 3,46 bilhões de anos

Nova análise em rochas de 3,46 bilhões de anos está definido para finalmente resolver a controvérsia da longa corrida evolucionária.

A nova pesquisa, publicada no pnas.org, mostra que as estruturas que se pensava ser microfósseis mais antigas da Terra não se comparam com os jovens candidatos fósseis, mas tem, em vez disso, o caráter de minerais em forma peculiar. Continuar lendo

Mundo microscópico

Mr. Charles Krebs // Issaquah, WA, USA (2014) Pena de Pavão

Trago hoje para vocês algo que está sempre presente no nosso meio, porém não conseguimos ver. Estas fotos tiradas através de microscópio nos ajuda a ver essas belezas que estão próximo de nós mas que não conseguimos ver sempre. Selecionei algumas imagens legais e as três premiadas no concurso em 2014.

Continuar lendo

Quase cristal natural foi descoberto em meteorito

Um cristal com uma “simetria proibida” que se imaginava ser impossível de se formar naturalmente foi encontrado em um meteorito de 4,5 bilhões de anos de idade, em uma remota região do nordeste da Rússia. A descoberta foi feita por uma equipe da Universidade de Princeton e é o segundo quase cristal natural já encontrado, ambos neste meteorito. E estudando isso poderia ajudar os cientistas a descobrir como materiais misteriosos como este foram formados no universo. Continuar lendo

Maravilha de asa!

Micro fotografias impressionantes capturam a maravilha das assas de borboletas e exibem a complexidade de sua escala de cores.

As fotos foram tiradas por Linden Gledhill de Staffordshire, que combinou seu amor da fotografia com um PhD em bioquímica. Ele utiliza um microscópio modificado e uma câmera para capturar os detalhes e o padrão da asa da borboleta. Com isso ele capturou, em uma clareza impressionante, detalhes sobre esses insetos, incluindo as escalas do arco-íris de suas asas delicadas. Algumas asas mantêm padrões de cores e formas incríveis enquanto outros se assemelham a folhas irregulares que mudam de cor nas bordas.

Continuar lendo